Acessibilidade

Central do Candidato: (81) 4020-9085 / Central do Aluno: (81) 3461-5556 +

24 de julho de 2019 09:53

Aluno de Mestrado da UNIFG apresenta artigo em congresso nacional

Artigo aborda questões da celeridade judiciária e será apresentado no 6º Congresso Brasileiro de Estudos Organizacionais, que acontece em agosto, em Recife.

 

Formado em Direito há mais de 20 anos, Paulo José terá sua pesquisa apresentada no final de agosto.

 

Colaborador do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) há 27 anos e bacharel em direito, Paulo José utilizou questões do seu dia a dia profissional para produção de artigo realizado durante o seu mestrado na UNIFG. Inovações trazidas pelo TJPE a partir da experiência do Tribunal Regional Federal da 5ª região na cidade do Recife para os tribunais brasileiros” foi o título da pesquisa de Paulo.

O trabalho foi desenvolvido em um ano e submetido à Sociedade Brasileira de Estudos Organizacionais (SBEO) para apresentação no sexto congresso homônimo da entidade. O evento acontece entre os dias 28 e 30 de agosto na UFPE. Na ocasião, Paulo terá a oportunidade apresentar como o órgão em que trabalha soube aproveitar a tecnologia a favor dos seus colaboradores e da própria sociedade a partir de outro case corporativo. “A participação da UNIFG nesse caminho foi primordial. Ao abrir as portas com o programa de mestrado, me deu oportunidade de expor um tema que já fazia parte da rotina das pessoas que trabalham diretamente com o assunto, mas pouco conhecido pela população”, pontuou o servidor público.

A celeridade processual, assunto que Paulo traz em seu artigo, se tornou emenda constitucional de número 45 em 2004 e foi criada para agilizar os processos na Justiça, dado o grande número de casos abertos. Apenas em 2017, pouco mais de 80 milhões de processos tramitavam no Brasil. Embora o número seja expressivo, aquele ano superou pela primeira vez o número de 30 milhões de casos solucionados e foi o ano de menor crescimento de novos casos. Segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em 2017, o aumento foi de 0,3%.

Em sua primeira apresentação num congresso, Paulo contou com a orientação do professor Modenesi. “Ele teve vital importância pelos seus ensinamentos e comandos, tanto no conteúdo do artigo com na elaboração da minha dissertação”, concluiu.