Acessibilidade

Central do Candidato: (81) 4020-9085 / Central do Aluno: (81) 3461-5556 +

20 de fevereiro de 2019 08:00

Candidatos já podem conferir o resultado da segunda chamada do Prouni

Candidato terá uma semana para comprovar as informações prestadas no ato da inscrição.

 

O Programa Universidade Para Todos (Prouni) divulgou hoje o resultado da segunda chamada do projeto que dá bolsas integrais e parciais para acesso ao ensino superior em instituições privadas. Para conferir o resultado, o candidato deverá acessar o Portal do Programa e fazer a consulta de acordo com os filtros propostos.

Nesta etapa, o candidato terá uma semana (de hoje até o dia 27/02) para comprovar as informações prestadas no ato de inscrição. Documentos como RG, CPF, comprovante de residência e conclusão de Ensino Médio, entre outros, são alguns dos documentos exigidos pelo programa. Veja a lista completa aqui.

O candidato que não foi convocado para a segunda chamada ainda poderá concorrer através da lista de espera, mas precisará demonstrar interesse em participar. A solicitação deverá ser feita no portal nos dias 07 ou 08 de março. A divulgação da lista será realizada no dia 11 de março.

A segunda chamada e a lista de espera são realizadas quando as vagas disponíveis nas etapas anteriores não são preenchidas por motivos como não comprovação das informações ou mesmo desistência do candidato.

 

O PROUNI

O Prouni é um programa do Governo Federal criado em 2004 e oferece oportunidade de ingresso ao ensino superior através de bolsas parciais (50%) e integrais (100%). Desde sua criação até o ano de 2018, o programa ofereceu em todo o país mais de três milhões e seiscentos e sessenta e quatro mil bolsas.

Participam do programa candidatos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2018, obtiveram nota de no mínimo 450 pontos (sem ter zerado a redação), estudaram o Ensino Médio em escola pública ou escola privada (com bolsa integral) e tenha renda per capita familiar de até um salário mínimo e meio (para bolsas de 100%) e até três salários mínimos (para bolsas de 50%). Candidatos com deficiência e professores fixos da rede pública que desejam um curso ligado ao magistério também podem concorrer a uma das vagas.

Este semestre, a UNIFG oferta 172 bolsas que são divididas entre os campi Piedade, Boa Vista e Jaboatão Centro.