Acessibilidade

Desde 2015, nosso Estado enfrenta as consequências de um surto que provocou um aumento significativo do número de casos de bebês nascidos com microcefalia, provocado pelo Zika vírus. Pernambuco foi especialmente afetado pela doença naquele ano e desde então já foram notificados 2.375 casos de crianças nascidas com microcefalia no Estado. Todos os bebês com a condição especial precisam de cuidados muito diferenciados para se desenvolverem. Até o momento não existe uma cura definitiva para a microcefalia, mas tratamentos realizados desde os primeiros anos melhoram o desenvolvimento e a qualidade de vida das crianças.

A rede internacional de ensino superior Laureate, da qual a UniFG faz parte, tem em seu DNA a visão de que educação não se restringe ao ensino na sala de aula. A missão de todas as instituições da rede é expandir o acesso à educação superior de qualidade para tornar o mundo um lugar melhor. Em linha com o espírito, a Laureate incentiva a realização de projetos sociais de professores e estudantes, inclusive premiando os melhores projetos.

Neste ano, o projeto vencedor do Here for Good Award 2017, nome da premiação internacional da Laureate, foi o “Quero Bem”, liderado pelas professoras Fátima Casa Nova e Alessandra Bahia. Criado no âmbito da FG Comunidade, clínica escola e centro de prática jurídica da UniFG, o projeto oferece tratamentos nas áreas de fisioterapia, nutrição e psicologia para crianças com microcefalia, acolhe e presta atendimento psicológico e jurídico às famílias. Todos os atendimentos são feitos pelos professores e alunos que atuam na Clínica Escola.

Conheça o Projeto Quero Bem – Vídeo

Este projeto faz parte de um conjunto de ações práticas que a FG Comunidade tem desenvolvido. A ideia é aumentar a carga horária de atividades práticas e, ao mesmo tempo, prestar trabalho relevante que auxilie comunidades carentes.

Até o momento, 50 famílias já foram acompanhadas no âmbito do programa. E os resultados mostram que é preciso seguir adiante: muitos bebês chegaram com rigidez muscular, ausência de expressão e de linguagem, mas hoje eles desenvolveram sua motricidade, diminuindo a rigidez muscular e passaram a apresentar uma linguagem própria e um rosto cheio de expressão.

A cada pequena conquista, comemorada como uma vitória pelas famílias, é ressaltada na FG a consciência da importância do atendimento prestado. Para a Faculdade dos Guararapes, o “Quero Bem” é a tradução dos valores da Laureate e da missão da FG. No mundo real, não há giz nem lousa: o aprendizado se faz no cotidiano e pode andar de mãos dadas com a solidariedade e o desenvolvimento social.

IDEALIZADORAS

Fátima Casa Nova é psicóloga clínica e sua especialidade percorre o universo familiar e conjugal. Sua história Centro Universitário dos Guararapes (UniFG) começou a ser traçada em 2009, quando decidiu investir seu talento na área educacional. Dedicada ao que faz, Fátima Casa Nova revela que a relação com a psicologia foi amor à primeira vista. “O que mais me inspira na minha profissão é a certeza que a psicologia pode ser um grande diferencial na vida das pessoas e eu posso ajudar nisso. Posso contribuir com a presença de mais sorrisos e menos tristeza na vida do ser humano”. Na UniFG já ministrou aulas para os cursos de Educação Física, Psicologia, Ciência da Computação, Direito e Pedagogia. Atualmente, atua como Coordenadora Técnica da Clínica-Escola FG Comunidade. A psicóloga também está à frente do projeto Quero Bem, responsável por dar assistência e apoio às várias mães e bebês no pós-surto de microcefalia ocorrido na região do nordeste. O projeto existe há cerca de dois anos e já ajudou muitas mães de Jaboatão e região metropolitana.

Alessandra Bahia compõe o grupo de profissionais do Centro Universitário dos Guararapes (UniFG) há oito anos, sendo quatro deles, dedicados ao Núcleo de Práticas Jurídicas, trabalho que enche os olhos da professora. Especialista em Direito Civil e do Consumidor, a advogada demonstra satisfação em solucionar os problemas de milhares de cidadãos. “Lidar com pessoas que precisam do meu trabalho e fazer com que, através disso, os direitos delas sejam garantidos e os problemas resolvidos é o que me move”. Sua trajetória, bastante positiva, como ela mesma considera, a permitiu vivenciar muitas experiências dentro da UniFG. Atualmente, auxilia muitas pessoas através do projeto “Quero Bem”, cujo objetivo é realizar acompanhamento jurídico e de saúde às famílias e crianças com microcefalia. “A parceria que temos com a OAB Jaboatão viabiliza benefícios junto ao INSS, proporcionando a previdência das crianças”, conclui.

ATENDIMENTO

No projeto “Quero Bem” não há limitações por classe social, por bairro em que reside ou idade. O projeto está aberto para todos e há vagas para mais famílias e bebês. Para integrar o projeto basta que a mãe procure a FG Comunidade, localizada na avenida Ayrton Senna da Silva, em Piedade (Jaboatão dos Guararapes) e realize uma triagem. Logo após passar pela primeira etapa, os candidatos precisão passar por uma entrevista clínica com profissionais da Psicologia, Fisioterapia e Nutrição. Há a prestação de atendimento nas três áreas, quanto antes o tratamento for iniciado, melhor costuma ser a resposta das crianças e maior é o seu desenvolvimento.  É importante ressaltar, entretanto, que o tratamento oferecido pelo “Quero Bem” deve caminhar junto com os demais atendimentos médicos realizados pelas crianças. Agendamentos: (81) 3461-5571

 

Mais Informações

Objetivos

  • Realizar acompanhamento e encaminhamento jurídico para acesso a benefícios sociais garantidos por Lei;
  • Orientar e acompanhar as mães nas possíveis ações de pensão alimentícia e reconhecimento de paternidade (em caso de abandono ou negligência dos genitores);
  • Ofertar, no âmbito da Clínica Escola, serviços a área de saúde para as crianças e seus familiares

Ações e atividades

  • Busca ativa das famílias e instituições envolvidas com a temática;
  • Entrevista socioeconômica e psicológica com as famílias;
  • Capacitação de discentes e docentes para realização de atendimento;
  • Formação de grupo de estudos e pesquisas sobre a temática;
  • Acompanhamento jurídico na busca por benefícios sociais;
  • Acompanhamento psicológicos às mães e/ou responsáveis;
  • Aconselhamento para o núcleo familiar (cuidados com a criança e direitos);
  • Tratamento de fisioterapia e nutrição para as crianças.

Parceiros

Fundação Altino Ventura;

Ordem dos Advogados do Brasil (PE);

Centros de Referência de Assistência Social (CRAS);

Aliança de Mães e Famílias Raras (AMAR).

FG Comunidade

O FG Comunidade é um centro de serviços gratuitos destinados à comunidade jaboatonense. Nele, está situada a clínica-escola da FG, o Núcleo de Prática Jurídica e o Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal (NAF). A clínica-escola oferta serviços, realizados por professores e alunos, nas áreas de Psicologia, Nutrição, Fisioterapia, Educação Física, Enfermagem e Estética e Cosmética. Consultas, atendimentos, tratamentos e avaliações físicas e nutricionais são alguns deles. A prática jurídica possibilita a assistência jurídica para pessoas físicas e jurídicas de pequeno porte. Já o NAF, em parceria com a Delegacia da Receita Federal do Brasil no Recife, oferece orientação contábil e tributária gratuita a moradores de baixa renda, além de microempresas e entidades sem fins lucrativos de Jaboatão dos Guararapes. O atendimento é feito por alunos e professores, treinados por profissionais do órgão federal.

Professoras Fátima Casa Nova e Alessandra Bahia.
Atendimento de professora e aluna à criança com microcefalia.
Fisioterapia em criança com microcefalia na FG Comunidade.
Fisioterapia em criança com microcefalia na FG Comunidade.
Fisioterapia em criança com microcefalia na FG Comunidade.
Mãe e aluna realizando fisioterapia em criança com do Projeto Quero Bem.